topo 1

Quinta, 07 Fevereiro 2019 10:27

Vereadores de São Domingos se reúnem novamente em Sessão Extraordinária e aprovam abertura Crédito Suplementar Especial para o repasse de R$ 5,2 mil ao CTG Quero-Quero

O Poder Legislativo Municipal de São Domingos esteve reunido novamente para a segunda Sessão Extraordinária deste ano na noite de quinta-feira (31).

Os trabalhos iniciaram com a leitura da Mensagem e do Projeto de Lei nº 003/2019 que dispõe sobre a abertura de Crédito Adicional Suplementar no Orçamento de 2019 e dá outras providências.

Na seqüência, o Projeto foi baixado para as Comissões de Justiça e Redação e Finanças, Orçamento e Fiscalização, sendo que devido a urgência que a matéria exigia, a Sessão foi suspensa por 15 minutos para as análises e apresentações do parecer das Comissões com relação ao Documento.

Em Discussão, a Vereadora Paula Baldissera (PSDB) questionou a Prefeita por ter enviado um Projeto para repassar dinheiro para uma entidade se não estava nem previsto na Lei Orçamentária do Município. Conforme a Vereadora explicou, a Prefeita poderia ter enviado este Projeto pedindo a autorização e, ao mesmo tempo, já criando essa abertura de crédito em uma só lei. Paula Baldissera salientou que não é contra o CTG Quero-Quero, mas se posicionava contra o Projeto porque este visava  beneficiar apenas o CTG e que não fazia nenhuma menção as demais entidades do Município que também necessitam de auxílio como por exemplo a APA, EFAPA e também a Associação do Bairro Nossa Senhora Aparecida que almeja há muito tempo a reforma do coberto do pavilhão e que é utilizado por toda a comunidade. Também questionou ter dinheiro para ajudar o CTG sendo que falta insulina na Clínica. Ainda conforme a Vereadora Paula, as Sessões Extraordinárias são realizadas somente para urgência, no entanto, não vê urgência no repasse de dinheiro para esta entidade.

O Vereador Vianei Meoti (PT) também reconheceu que a Prefeita deveria, de fato, ter enviado esta suplementação juntamente com este Projeto. Por outro lado, ele se posicionou a favor do Projeto porque, segundo ele, esta entidade precisa crescer porque, segundo ele, Tradição Gaúcha é cultura. O Vereador Meoti justifica que a Tradição Gaúcha se instalou neste Município através dos colonizadores que a trouxeram do Estado vizinho do Rio Grande do Sul e, com certeza, deve ser mantida viva através do CTG Quero-Quero.

A Vereadora Sílvia Baggio (MDB) também se manifestou a favor do Projeto. Ela ressaltou que é a favor do CTG Quero-Quero, assim como da cultura gaúcha. A Vereadora Sílvia defende que esta cultura deve ser incentivada porque há várias crianças, jovens, adultos e idosos que participam deste CTG que deve ser sempre mais valorizado por todos por levar o nome de São Domingos para os demais municípios do Brasil.

O Vereador Milton Bertoldi (PT) também reconhece que o Governo Municipal precisa tomar mais cuidado a respeito deste e outros Projetos que também apresentaram problemas no ano passado, quando foram feitas ratificações e retiradas de Documentos.

Em votação, este Projeto de Lei foi aprovado pela maioria dos Senhores Vereadores por 6 votos favoráveis e 1 contrário.

No final da Sessão, o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de São Domingos, Luiz Chimello (PSB), solicitou à Secretaria da Casa Legislativa para comunicar o resultado da votação ao Poder Executivo e anunciou a primeira Sessão Ordinária do ano para o dia 19 de fevereiro de 2019, às 19h, aberta ao público.