topo 1

Quarta, 31 Maio 2017 19:25

Sessão Ordinária do dia 30/05/2017

Câmara Municipal de São Domingos esteve reunida na última sessão mensal ordinária sem Projetos do Executivo Municipal

Os Vereadores de São Domingos estiveram reunidos novamente para a última sessão mensal ordinária do mês de maio no plenário da Câmara Municipal.

Nesta reunião, não houve matéria para a Hora do Expediente, nem projetos para a Ordem do Dia. Logo, o Vereador Vianei Ferrarini Meoti (PT) foi o único parlamentar a manifestar-se nas Comunicações Parlamentares e aproveitou os 10 minutos de espaço de tempo para comentar sobre o pronunciamento da Vereadora Sílvia Rosani de Brito Baggio (PMDB) no Uso da Tribuna da sessão passada com relação ao valor dos impostos pagos às centrais sindicais.

Na sequência da sessão, a Vereadora Simone Valentini (PSB), no Uso da Tribuna, contou que foi questionada pelas pessoas que habitam no distrito de Vila Milani se ela sabe qual é o estado de conservação em que se encontra o Ginásio de Esportes daquela comunidade. Ela solicitou à Prefeita para dar uma atenção especial sobre este assunto. “O ginásio está praticamente depredado e abandonado. As janelas estão com os vidros quebrados, o coberto está bastante danificado”, relatou. “Isto é um descaso com o dinheiro público”, aponta.

Simone disse também que, em companhia da Vereadora Paula Andréia Baldissera (PSDB) e do Vererador Gleicon Cardoso (PMDB), visitaram as instalações deste ginásio e observaram a água correr livremente pelas torneiras e chuveiros com os registros todos abertos. Ela comentou, por fim, sobre o problema das estradas danificadas pelo excesso das chuvas e pediu atenção especial ao Secretário Municipal de Obras para cuidar melhor destas vias.

O Vereador Petista Vianei , agora, no Uso da Tribuna, comentou sobre os comentários das Vereadoras com relação à cobrança do ECAD para a realização da FAIC. Ele defende que o valor, de mais de R$ 80 mil, não é multa. Este valor foi o total de 10% cobrado sobre o cachê do artista. Vianei disse que isto está sob processo judicial questionado na Justiça e cabe recurso até a última instância. “Quando os shows são gratuitos à população não se deve pagar este valor de 10% para o ECAD”, enfatiza.

Por outro lado, com relação aos trabalhos de asfaltamento, Vianei disse ainda que a Prefeita está correta por não pagar antecipado pelos serviços prestados. “Isto sim é zelar e cuidar do dinheiro público e das pessoas”, enaltece. Ele disse que o trabalho está sendo prestado com péssima qualidade e por isso não está sendo pago.

Depois, também no Uso da Tribuna, a Vereadora Sílvia Baggio PMDB contou da sua participação no ato oficial de inauguração da Cooperativa Sulcredi no município de São Domingos, acompanhada pelo Presidente do Legislativo, Vereador Abílio Vlademir Debortoli (PSDB) e Vereador Luiz Chimello (PSB). “A Sulcredi é uma cooperativa de crédito que vem somar aqui no município de São Domingos que acreditou nesta terra e dará oportunidades de crédito a todas as pessoas Sãodominguenses e terá, sim, o apoio de toda a Câmara Municipal”, explicou.

Sílvia comentou também que, no sábado (27) à tarde, participou de uma palestra ministrada pelo Bispo Dom Odelir, com encontro de lideranças do município de São Domingos. “Nesta palestra, Dom Odelir deu muitas respostas com relação o que está acontecendo hoje na Política do Brasil”, salientou.

A Veradora Peemedebista disse também que a Prefeita não cobrará mais a Cosip dos agricultores. Ela comentou também sobre a Secretaria Municipal da Indústria e Comércio que estava desativada desde 2009 e que após a vereadora ter cobrado a prefeita na ultima quinta-feira (25) a Prefeita designou servidor municipal Willian Aiolfi para assumir este setor. “Agora, queremos saber qual é o local da Secretara da Indústria e Comércio para que os empresários e comerciantes possam ser atendidos adequadamente”, questiona. Ela afirma que se o município tiver indústria e comércio fortalecidos juntamente com a agricultura São Domingos vai arrecadar mais impostos e será um município mais forte.

Também, no Uso da Tribuna, o Vereador Milton Bertoldi (PT), enalteceu os relevantes trabalhos prestados pela Secretaria Municipal de Agricultura, na qual ele já levou várias reivindicações e, seguidamente, acompanha os trabalhos neste setor. “Nós temos hoje mais de 4,5 milhões de leite produzidos aqui no nosso município através dos agricultores e isto representa o valor de aproximadamente R$ 6 milhões em dinheiro que é refletido no comércio local”, contabiliza.

Com relação à Cosip, Bertoldi disse ser o primeiro vereador a estar no gabinete da Prefeita para buscar informações, esclarecimentos e solicitar a retirada. Ele comentou também que participou do Seminário de Produção Leiteira e que solicita frequentemente para a Prefeita ampliar o número de maquinários e equipamentos para a agricultura porque sabe do aumento da demanda a cada ano já que mais de 70% de arrecadação do município vem da agricultura e a agricultura familiar tem passado por muitas transformações e avançado muito.

Logo, a Vereadora Simoni Zarembski (PT), no Uso da Tribuna, enfatizou a participação dela em uma palestra proferida por um naturalista, na sexta-feira (26), na qual ela aprendeu sobre o tratamento de limpeza do organismo para ter uma vida mais saudável. “Já conversamos com a Prefeita Eliéze para ampliar a naturopatia em nosso município também”, contou. Na oportunidade, Simoni comentou sobre o importante trabalho do projeto “Plante uma Esperança”, sob a responsabilidade da ex-vereadora Erecilda Camara, para a o tratamento através do poder das plantas medicinais.

Simoni também destacou sobre a vinda da visita do Bispo Diocesano de Chapecó, Dom Odelir José Magri na paróquia de São Domingos. “O Bispo visitou também o gabinete da Prefeita, onde eu também estive presente juntamente com o Vereador e Secretário Vianei, onde recebemos um fortalecimento espiritual de fé”, relatou. “Dom Odelir reuniu lideranças, visitou famílias tradicionais, pessoas doentes porque a igreja está ligada diretamente com o nosso projeto de vida”, continua.

O Vereador Luiz Chimello, também na Tribuna, pronunciou-se primeiramente sobre o novo Secretário \Municipal designado de Indústria e Comércio, pasta que foi extinta em 2009, quando o PT assumira a Prefeitura. “Desejamos a ele muito sucesso”, parabenizou.

O Parlamentar do PSB contou que na sexta-feira (26) conversou com o Giovani Silvério que trabalha no frigorífico em Ipuaçu, onde trabalham também muitas outrasmais de 300 pessoas somente do município de São Domingos. “Ele contou que o frigorífico está abrindo outro turno e necessita de mais 40 pessoas para trabalharem lá”, continuou. “Se não tivesse esse frigorífico, qual o destino destas pessoas que lá trabalham?”, questionou. “Temos que muito agradecer aqueles corajosos que instalaram este frigorífico aqui bem próximo da nossa cidade porque gera muitos empregos para nós”, reconhece.

Chimello disse também que o seu Partido Político esteve reunido na sexta-feira (26) para conversar e fazer novas filiações. “Nosso Partido é novo em São Domingos e no Brasil e não tem ninguém envolvido em corrupção”, afirmou.

Já, a Vereadora Paula Baldissera, no Uso da Tribuna, primeiramente, salientou sobre os comentários da Vereadora Simone Valentini e reforçou a solicitação para a Prefeita fazer a manutenção geral necessária no Ginásio de Esportes de Vila Milani. “A recuperação desta obra é uma reivindicação antiga já cobrada na legislatura anterior pelo ex-vereador Adilson e agora a situação está ainda mais complicada”, observa. Com isso, segundo Paula, isto tem comprometido as madeiras e também a parte elétrica. Por isso, Paula solicita que esta reforma seja urgente.

Sobre a taxa do ECAD, Paula reafirmou que o município infelizmente foi condenado a pagar a multa de R$ 83,3 mil em relação à 3º FAIC e esse dinheiro, segundo a Vereadora, fará falta ao município. Pois, isso poderia ser aplicado na saúde, no pagamento do transporte dos universitários e no pagamento das horas extras dos servidores públicos. Já, com relação às 4º e 5º edições da FAIC, São Domingos também foi condenado; porém, o valor ainda será apurado”, ressalta.

Com referência às obras do asfalto, Paula Baldissera novamente questionou que se a empresa está quebrada conforme disse a Senhora Prefeita e oferece um serviço de péssima qualidade conforme o Líder do Governo afirmou “Por que a Prefeitura aditiva o contrato se a empresa não oferece qualidade?. Que se conclua esta obra”. Ela disse ainda que há muitas outras obras que também estão paradas no município.

Por fim, o Presidente da Câmara Municipal de São Domingos, vereador Abílio Debortoli, também no Uso da Tribuna, recordou a época em que fora Prefeito quando haviam muitas dificuldades por falta de máquinas e as obras aconteciam: “Eu criei a Secretaria da Agricultura em 1986 os incentivos à bovinocultura leiteira e piscicultura bem como outras áreas já aconteciam com freqüência. “Incentivamos a implantação de um laticínio aqui em São Domingos e construímos 200 açudes e não se tinha máquinas; por isso, buscávamos convênios com a Secretaria do Estado”.

Abilio também comentou sobre com a implantação da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, necessária para implementar o turismo neste município e explorara os recursos naturais como por exemplo as três barragens e desenvolver projetos para incentivar este setor, além de melhorar os acesso até às margens dos lagos que é utilizado por muitos turistas que investem no município.

No final do seu pronunciamento, o Presidente do Legislativo cobrou criação e inovação de projetos do Poder Executivo. “São Domingos, há muito tempo, desenvolveu grandes projetos só que muitos deles foram abandonados no caminho, mas que devem ser retomados agora e isto só depende do Poder Executivo”, conclui.

Os Vereadores de São Domingos estarão reunidos novamente no Plenário da Câmara Municipal na próxima sessão mensal ordinária, marcada pelo Presidente do Legislativo, Abílio Debortoli, para a próxima terça-feira (06), às 19h.

Todas as sessões mensais ordinárias são sempre abertas ao público que pretende cobrar e acompanhar o andamento dos trabalhos dos parlamentares que representam o cidadão sãodominguense no Poder Legislativo Municipal.